Inbound Marketing x Marketing de Conteúdo: Qual a diferença?

Inbound Marketing e Marketing de Conteudo

Neste artigo você vai aprender a diferenciar o Inbound Marketing do Marketing de Conteúdo bem como aprender algumas estratégias importantes para ter campanhas de sucesso.

Os conceitos de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são tão próximos que causam grande confusão em boa parte dos profissionais e adeptos do Marketing Digital.

As opiniões são diversas: há quem diga que Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são a mesma coisa, outros acham que são coisas distintas, mas a bem da verdade é que o Marketing de Conteúdo é uma poderosa estratégia inserta dentro do Inbound Marketing.

Imaginemos o Inbound Marketing como um grande armário que armazena diversas gavetas de estratégias de Marketing Digital e o Marketing de Conteúdo é uma das grandes gavetas que sustentam o armário em pé.

Em uma grande fogueira chamada Inbound Marketing, o Marketing de Conteúdo é a lenha que faz o fogo ganhar força e aquecer todos que tenham contato.

Vamos conhecer algumas características do Inbound Marketing e do Marketing de Conteúdo e, a partir daqui, você começa a tirar suas próprias conclusões da importância de cada um.

Veja:

O que é Inbound Marketing?

Metodologia de Inbound Marketing
Metodologia de Inbound Marketing

A tradução literal de Inbound Marketing é “Marketing de Atração“, nada mais é do que uma nova forma de abordar as pessoas e que tem gerado resultados importantíssimos para quem o aplica.

Podemos dividir o Inbound Marketing em 5 fases, veja:

  • Atração;
  • Conversão;
  • Relacionamento
  • Vendas e;
  • Satisfação do Cliente (Retenção e Escalabilidade)

Atração

O objetivo inicial do Inbound Marketing é atrair as pessoas para que visitem o Site, Blog ou Landing Page. O desafio aqui é fazer com que o visitante entre no funil de conversão.

Conversão

O fato do cliente entrar no funil já é considerado uma conversão, mas dentro do funil, há algumas metas de conversão que também são levadas em consideração como baixar um ebook por exemplo. Nesta fase, o visitante já se torna um Lead.

Relacionamento

Aqui é feito um trabalho de educação com esse visitante que já se tornou Lead.

A função neste estágio é criar um relacionamento amigável e de confiança entre a marca e o Lead. Neste momento inicial, ainda não é apresentada nenhuma forma de comunicação de vendas.

Aqui o trabalho é transformar esse Lead em oportunidade de negócio e trabalhar a venda, desde que seja detectado o estágio de consciência de compra deste Lead.

Venda

Agora sim é hora de fazer uma comunicação de venda. Aquele Visitante que se tornou um Lead e em seguida uma Oportunidade, agora é um potencial comprador.

Sua missão nesta fase é fechar a venda que foi construída lá na fase da atração.

Satisfação do Cliente

Se engana quem pensa que vender é a parte mais difícil de um negócio.

Vender mais vezes e mais produtos para o mesmo cliente é a grande missão de um negócio de sucesso.

A parte mais importante de um processo de vendas sem dúvida é o pós-venda. Aqui você consegue reter esse cliente e escalar com vendas de novos produtos mais caros.

É mais barato vender para o mesmo comprador do que tentar conquistar novos clientes no mercado. Desta forma, capriche no seu processo de sucesso de cliente para reter e escalar o seu negócio.

Leia o artigo abaixo onde explico as 3 únicas formas de aumentar a receita da sua empresa, lá você vai entender o que é reter e escalar um negócio.

Leitura Recomendada:   Conheça as 3 únicas formas de aumentar a receita da sua empresa

Uma campanha de Inbound Marketing não é tão simples quanto aparenta. É preciso muita atenção e dedicação, já que se trata de um processo com bastante ações detalhadas, análises diárias e um rigoroso monitoramento da fonte de tráfego e página de conversão.

O Inbound Marketing é uma estratégia muito eficiente, mas de grande complexidade.

Veja uma tabela mais completa sobre o nosso Processo de Inbound Marketing:

TRAFEGO --->ATRAIR --->CONVERTER --->RELACIONAR --->VENDER --->ANALISAR --->RETER ---> NOVO CICLO
- Redes Sociais
- Google
- Email
- Sites
- Blog
- Landing Page
- Produção de Conteúdo
- Ofertas
- Divulgação
- Email Marketing
- Automação de Marketing
- Redes Sociais
- Qualificar Lead
- Alinhar Marketing e Vendas
- Integração com CRM
- Relatório de Resultado- Produção de Conteúdo
- Automação de Marketing
- Email Marketing

Note que o Conteúdo está em todos os passos do Inbound Marketing.

 

Entendendo o que é Marketing de Conteúdo?

Marketing de Conteudo
Marketing de Conteudo

O Marketing de Conteúdo coaduna com a estratégia de Inbound Marketing que eu acabei de mostrar acima.

Através do conteúdo você consegue alimentar de informação o seu Lead, educando-o até que esse se torne um buyer (comprador)

Esse conteúdo não pode ser algo qualquer, tem que ser o melhor que você puder produzir.

Seu visitante precisa identificar valor no que você produz, assim ele passará a consumir tudo que você oferecer.

O segredo para você atingir a expectativa do seu público é criar muito conteúdo de valor com base no que eles estão procurando.

Outra dica é fazer busca de palavras-chave que são procuradas no Google. Não adianta você criar um conteúdo magnífico sobre como pentear careca se não há procura.

Faça uma pesquisa de palavra-chave no Keyword Planner do Google e entenda o que tem procura e faça conteúdo em cima do volume de busca.

Se houver busca pela palavra “Como pentear careca”, certamente o conteúdo que você criar vai chegar até o leitor ideal.

Atrair novos clientes através do conteúdo é uma excelente técnica que dá muito resultado, pode acreditar!

Quanto falamos em conteúdo, entenda como algo que possa levar a informação até o seu público, pouco importando a sua forma.

 

Como utilizar o Marketing de Conteúdo na Estratégia de Inbound Marketing?

Como relatei antes,  não é tão simples aplicar uma estratégia bem feita e articulada de Inbound Marketing. É preciso sempre focar na relevância das criações, só assim você terá resultados reais na sua campanha.

Faça sempre um artigo que acrescente algo ao leitor, que possa agregar valor a sua vida, fazer conteúdo só por fazer não vai lhe render nada de positivo.

Existem dois elementos que são de grande valia para os leitores, que são: ebook e whitepapers.

Leitura Recomendada:   Baixar o Ebook Dicionário do Marketing Digital

Essas duas peças são muito utilizadas como recompensas gratuitas que atraem muitas pessoas para a Landing Page. Lá, essas pessoas deixam seus dados em troca desses valiosos ebooks e whitepapers.

Esses dados são utilizados para nutrir os leads através de uma ferramenta de Email Marketing.

Essa nutrição nada mais é do que alimentar essas pessoas com conteúdos de grande valor.

É nessa fase que começamos a criar um relacionamento com nossos leads para que no futuro possamos ofertar algo a eles.

Se você conseguir fazer com que esses leads passem por todas as fases do funil de forma suave e satisfatória, eles serão embaixadores da sua marca, vão falar aos quatro cantos o quão bom você é. Imaginou a potencia?

Nessa fase é que começam aparecer os problemas das maiorias das empresas: COMO FAZER INBOUND MARKETING?

Esse conflito é tão comum e corriqueiro por conta da maioria das pessoas não saberem como produzir os conteúdos, quais tipos de conteúdos devem ser produzidos, a frequência de criação e qual o canal deve ser utilizado para distribuir toda produção.

Isso é normal!

Aí começa outra briga interna: Vamos contratar alguém!

E lá vão todos atrás de jornalistas, assessorias de imprensas e redatores para produzirem os conteúdos. São entregues conteúdos sem as estratégias, e o empresário começa a ficar perdido novamente por não saber o que fazer com aquele conteúdo.

O ideal é sempre contratar uma Agência de Inbound Marketing.

Como é um assunto novo no país, são poucas agências que se dedicam a esse tema por também não terem o conhecimento necessário para desenvolver uma campanha efetiva.

Errar na escolha é perder um bom dinheiro.

 

Por que criar conteúdo de Inbound Marketing

Se você quer fazer uma estratégia de Inbound Marketing, a primeira coisa que deve ter em mente é a definição exata dos seguintes critérios para a criação de Conteúdo:

  • Fazer um conteúdo útil;
  • De extrema qualidade;
  • De alta relevância e;
  • Resolver uma dor ou desejo do público-alvo;

Para que você consiga realizar um ótimo conteúdo, é preciso conhecer cirurgicamente a sua persona. Se você não tiver clareza de quem é o seu Cliente Ideal, pode ter certeza que terá grandes dificuldades na criação desses materiais e sua campanha será totalmente ineficaz.

Já imaginou fazer uma campanha de vendas de pentes e focar nos carecas?

Quer ter sucesso na sua Campanha de Inbound Marketing? Foque nas preocupações e necessidades do seu Cliente Ideal.

 

Conclusão

Neste artigo eu trouxe de forma resumida e bem didática a diferença entre Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing.

Citei também algumas estratégias que uso e desenhei um breve funil de vendas, use ele!

A dica final é: CRIE CONTEÚDO DE ALTA QUALIDADE. Lembre sempre que o controle está na mão do seu visitante, se ele não gostar ou não precisar do que você oferece, ele vai mudar de empresa.

Não se esqueça de comentar o que achou desse artigo e dizer qual é a estratégia que você utiliza, ok?

Gostou do Artigo? Compartilhe para seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Anderson Melo

Anderson Melo

CEO da Hypercriativo Marketing Digital, Especialista no Método 8 P'S e Faixa Preta de Jiu Jitsu

Ver todas as postagens do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agencia de Marketing Digital

DEFINIÇÃO DE CLIENTE IDEAL, ANÁLISE DE PRODUTO E MERCADO

Agencia de Marketing Digital

Dados Demográficos

Quem é o Seu Cliente Ideal e o que ele faz em sua vida?

Quais línguas seu Cliente Ideal fala?

Dados Situacionais

Qual é a dor ou desejo que seu Cliente Ideal tem?

Dados Comportamentais

Quais são os interesses do seu Cliente Ideal?

Agencia de Marketing Digital

Definição de Produto

Forma ideal de visualizar claramente o seu produto

Relação Produto-Cliente

Vamos entender como o seu produto é visto pelos clientes

Análise de Concorrência

Vamos entender melhor com quem vamos brigar e quais armas usar

Quais são os seus concorrentes diretos?

Agencia de Marketing Digital

Crenças Limitantes

São crenças que não deixam seu cliente comprar o seu produto. A mais tradicional é: "Não tenho dinheiro!"

Agencia de Marketing Digital
× Como podemos te ajudar?