O que é SEO? A Otimização de Sites que leva ao #1 do Google

Otimizacao de Sites SEO

Neste artigo você vai aprender a importância da otimização de sites para os mecanismos de buscas, a diferença entre o SEO e Links Patrocinados e algumas dicas valiosas de como aplicar a otimização em seu site.

A otimização de sites para mecanismos de buscas é a tradução dada ao Search Engine Optimization, popularmente conhecido como SEO e é um meio de atrair visitantes para seu site sem pagar qualquer valor para os mecanismos de buscas.

O SEO é um conglomerado de técnicas capazes de auxiliar o seu site a melhorar o posicionamento no ranking do Google ou Bing. Esse posicionamento é conhecimento como resultados orgânicos, ou seja, não é pago como os links patrocinados.

Recomendamos fortemente que já na construção do site sejam aplicadas as técnicas de SEO.

A otimização interna ou SEO ON PAGE (quando feita no próprio site) feita já no momento da construção do site economiza tempo e evita ter de voltar a todas as páginas arrumando detalhes desta otimização interna.

Tenha em mente todos os ítens de público-alvo e palavra chave e aplique na construção do site.

Vale lembrar que, em especial o Google, são mais de 200 elementos que são levados em consideração para o ranqueamento dos sites no resultado das buscas orgânicas.

 

O SEO pode ajudar o meu Site?

A resposta é sim!

Existem algumas formas que vão fazer seu site se destacar da concorrência e ter excelentes resultados na busca orgânica e vou explicar alguns deles aqui neste artigo.

Antes de tudo devemos entender a essência do site, para quais fins ele foi criado:

  • Ecommerce: o foco principal é gerar vendas;
  • Blog: objetivo é atrair visitantes para lerem as postagens;
  • Site Institucional: levar ao público informações importantes sobre a empresa.

Essas são algumas das ferramentas mais usuais que utilizam o SEO. Uma boa dica é ter sempre em mente: o objetivo do site deve ser seu principal foco.

Esse objetivo começa com um objetivo macro para atrair a visita e quando os visitantes estiverem nos site, esses são guiados para o foco do objetivos específicos. Vou explicar melhor:

  1. Objetivo Marco Ecommerce A: Atrair visitantes para comprarem;
  2. Objetivo Específico Ecommerce A: Comprar o Produto X tamanho Y.

Note que neste caso temos 2 objetivos em jogo; o primeiro que era atrair visitantes e o segundo que era fazer com que esses visitantes comprassem o produto X tamanho Y. Isso nós chamamos de CONVERSÃO.

Neste caso do Ecommerce, temos 2 objetivos que chamamos de conversões. No exemplo apresentado nós temos 2 tipos de conversões: Visita e Compra.

Com o SEO você pode criar, neste caso, duas campanhas; sendo uma para atração de visitas no geral e uma específica com foco na venda do produto X tamanho Y, por exemplo.

Se o objetivo for o fortalecimento de uma marca, a chamada campanha de branding, deve focar na exposição e fortalecimento da marca. Muitas pessoas erram ao definir a conversão em uma campanha de branding.

As campanhas de branding são mais difíceis de mensurar os resultados, algo bem complexo e é preciso ter muito claro qual o objetivo a ser alcançado. Veja alguns exemplos:

  • Alcançar maior número de pessoas;
  • Alcançar maior número de compradores;
  • Bom posicionamento pela palavra-chave usando o nome da marca;
  • Buscar maior engajamento com a marca.

Esses são alguns exemplos simples que podemos usar como base para mensurar os resultados em uma campanha de branding.

Caso o objetivo seja vendas, o foco deverá ser então em campanha cujas palavras e apontamentos levem diretamente a página de vendas específica do produto.

Quando o foco for venda, uma boa dica é explorar palavras-chaves que comece com “Comprar“, “Onde comprar“, “Como comprar“; essas são algumas palavras que indicam intenção de compra por parte dos visitantes.

Use a dica acima, nunca deixe os visitantes soltos em seu site. Direcione toda sua campanha para páginas específicas dos produtos que mantenha relação com a palavra-chave. ISSO É MUITO IMPORTANTE!

 

Defina seu Público-Alvo: A Otimização de Sites que Atrai somente o público ideal

Imaginemos aqui que você resolveu criar um site para vender alguns carros usados e precisa atrair visitantes sem pagar os links patrocinados.

Aí você resolve a se socorrer da Otimização de Sites para o Google.

Começamos então a pensar em criar uma campanha de SEO com objetivo de “vender carros usados“.

Uma ótima dica é pensar nas 3 formas diferentes de palavras-chaves:

  1. Carros: palavra muito ampla que poderia ser utilizada para uma campanha de branding de vendas de carros mas para vendas de carros usados não seria uma boa opção;
  2. Carros Usados: palavra-chave perfeita para o objetivo de vender carros usados e também para iniciar uma campanha de branding de vendas de carros usados
  3. Carros Novos: fora do foco do site, dificilmente vai conseguir atrair público com poder de conversão para comprar carros usados.

Quando você segmenta sua campanha da forma correta, as visitas no seu site tendem a ser menores, mas com certeza a probabilidade de uma conversão é muito grande, já que o público que acessará o site é muito mais qualificado e quente para o termo carros usados.

 

Experiência do Usuário: Entregue exatamente o que o seu visitante deseja ver

Outro elemento de destaque no SEO e que deve receber uma enorme atenção é a experiência do usuário. Uma boa maneira de entender a UX (User Xperience) é se colocar na posição do visitante do seu site.

Pense como uma pessoa que esteja procurando por um carro novo e encontra o seu site.

O que ele vai encontrar é uma página com anúncios de carros usados, tão somente.

Pensamos ainda como um usuário do seu site: Qual é a porcentagem desse visitante estar feliz e contente com o resultado encontrado?

A probabilidade chega bem próximo ao zero porcento.

Agora vamos imaginar um cenário onde essa mesma pessoa busca por carros usados e especificamente pela palavra-chave “HB20 Usado“. Seu site é encontrado, o usuário acessa seu site e é direcionado exatamente para uma página onde existem somente anúncios de “HB20 Usados“. Qual seria o grau de satisfação desse mesmo visitante com o site?

Com certeza algo em torno de cem porcento de satisfação!

Desta forma, a pessoa vai encontrar o que procura e vai passar mais tempo nesta página consumindo o conteúdo, vai visitar mais vezes (a jornada de compra de veículo é longa), vai recomendar para os amigos, compartilhar nas redes sociais e muitas outras coisas mais. Um engajamento perfeito!

O resultado disso tudo é que o Google vai entender que para a palavra-chave “HB20 Usado” aquela sua página é de extrema relevância para os usuários e a probalidade de coloca-la nas primeiras posições é muito grande.

Acredito que hoje a grande mágica da Otimização de Sites para o Google seja a experiência do usuário e relevância do seu conteúdo. Capriche nesses dois ítens!

 

Como funciona o Algoritmo do Google em relação a Otimização de Sites?

Uma coisa é acordo comum em quem faz Otimização de Sites: o Google é uma máquina dotada de extrema inteligência e princípios. Isso é chamado de algoritmos.

Resumidamente, o Google realiza através do seu algoritmo, cálculos de altíssima complexidade e ultra velocidade; com base nos mais de 200 fatores ele define quais são os sites que vão ficar nas primeiras posições.

Entender como pensa o Google é algo fora da nossa alçada. Diversos especialistas e estudiosos tentam ao menos compreender os sinais dados pelo mecanismo e que serve como um norte, porém nada é oficial.

Quando os especialistas começam a entender, o Google lança uma atualização com novas regras.

É uma coisa bem doida, pela manha uma imagem ajuda a ranquear melhor e a noite essa imagem passa a atrapalhar. Isso acontece por conta das atualizações que ocorrem no Google.

Essa caixa preta do algoritmo jamais será aberta, imagina só quanto vale essas informações?

Uma coisa é certa: cada dia mais o Google valoriza a experiência do usuário. Um grande exemplo disso é a “obrigatoriedade” de que os sites sejam responsivos (sites que se adequam a qualquer dispositivo como tablets e smartphones). A maior quantidade de busca hoje é por smartphone, então os sites devem estar adaptados para esse público através dos sites responsivos.

Outro fator que temos notado é o tempo de carregamento dos sites. Quanto mais rápido seu site carregar, melhor é a experiência do usuário e se a experiência é boa, o Google fica feliz.

 

Dúvida Cruel: SEO (Otimização de Sites) ou Links Patrocinados?

Essa é a pergunta que muita gente faz diariamente: SEO ou Link Patrocinado.

Neste caso, devemos pensar em qual estratégia estratégia utilizar e qual o prazo aceitável para que essa estratégia comece a dar frutos.

 

Link Patrocinado

Os links patrocinados, também chamados de Adwords ou Ads, é uma ferramenta em que você paga ao Google por cada clique recebido no anúncio.

Esse valor é determinado por alguns fatores; veja o que o Google diz em sua página de suporte do Google Ads:

Custo médio por clique (CPC médio): definição

Trata-se do valor médio cobrado por um clique no seu anúncio. O custo médio por clique (CPC médio) é calculado dividindo o custo total dos seus cliques pelo número total de cliques.

  • O CPC médio tem como base seu custo real por clique (CPC real), ou seja, o valor real cobrado por um clique no seu anúncio. Lembre-se de que seu CPC médio pode ser diferente do seu Custo Máximo Por Cliques, que é o valor máximo que você quer pagar por um clique.
  • Veja um exemplo de como calcular seu CPC médio: imagine que seu anúncio receba dois cliques, um no valor de R$ 0,20 e outro no valor de R$ 0,40, resultando em um custo total de R$ 0,60. Você divide R$ 0,60 (custo total) por 2 (número total de cliques) e tem um CPC médio de R$ 0,30.
  • Seus valores médios de CPC são exibidos na coluna “CPC méd.” em “Campanhas”

Cada vez que o seu anúncio é clicado, um valor é descontado da sua conta do Google Adwords e esse valor é subtraído do valor diário definido na criação da campanha.

Algumas palavras-chaves chegam a custar mais de 200 reais, como é o caso da palavra “desentupidora em alphaville sp” que tem uma média de 20 procuras por mês e o custo por clique é de exatos R$ 223,05. Imagina só 5 curiosos clicando no seu anúncio, quanto fica caro essa brincadeira!

 

Google Adwords

 

É aquele velho ditado: pagou o Adwords seu site aparece, parou de pagar ele some imediatamente.

 

Seo – Otimização de Sites

Usando o SEO você não precisará pagar nada para o Google, porém a briga para um bom posicionamento é maior e o tempo para uma boa colocação é maior.

Veja a imagem abaixo uma simulação com a palavra-chave Iphone. Note que o SD (Dificuldade de posicionar a palavra-chave no SEO) desta palavra está em 90, levando em consideração que a maior dificuldade é 100. Veja:

 

Otimizacao de Sites SEO

Dificuldade 90 para ranqueamento da palavra-chave “Iphone

 

O bom do SEO é que o site aparecerá para a palavra-chave pesquisada somente se ele for realmente relevante, descartando as chances dos visitantes não encontrarem o que estão procurando.

Com absoluta certeza o número de visitantes no site será bem menor com o SEO, porém a qualidade (maior interesse em converter com o termo buscado) desses visitantes é muito alta.

A primeira batalha você venceu, que foi posicionar bem seu site, porém a guerra ainda continua. Outra grande batalha é se manter na posição, pois alguém vai fazer de tudo para tomar o seu lugar.

Se optar por usar a estratégia de SEO tenha em mente que não é um trabalho rápido, é custoso, é trabalhoso porém é duradouro e lucrativo.

A dica para quem quer fazer a opção pelo SEO é trabalhar muito o E.A.T (Conhecimento, Autoridade e Confiança).

 

Cuidado com a Punição do google

Se você pretende fazer SEO por conta própria, vou deixar uma dica valiosa: MUITO CUIDADO COM AS PUNIÇÕES DO GOOGLE!

Aqui na Agência nós recebemos muitos casos de pessoas que resolveram fazer SEO por conta própria, que leram alguma receita mágica na internet e receberam punições do Google.

Essas punições vão desde a perda de posição até a desindexação do site (retirada do site do Google).

Lembra que eu disse logo acima que o Google faz atualizações constantes e que a imagem que ajudava de manhã já não serve na parte da noite?

Pois bem, muito cuidado com os conteúdos que se encontram por aí, muitos deles não são atualizados e usam técnicas que vão prejudicar o seu site.

Portanto, se for aplicar o SEO em seu site por conta própria, recomendo que leia muito, estude muito e treine ainda muito mais.

Resumo

Neste artigo eu mostrei um pouco sobre a importância do SEO para o seu negócio e ainda dei algumas dicas importantes para potencializar suas técnicas de otimização.

Um breve comparativo entre o SEO e Link Patrocinado pois vejo muitas pessoas com dificuldade de entender de forma rápida a grande diferença das duas ferramentas.

Reafirmo a grande dica sobre a experiência do usuário, jamais deixe-a de lado.

Outra dica importante é sobre o E.A.T., aposte nisso!

E por fim mas não menos importante, uma rápida explicação sobre as punições do Google por erros de técnicas de SEO.

Espero que tenha gostado e que esse artigo seja útil.

Um forte abraço e sempre avante!

Gostou do Artigo? Compartilhe para seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Anderson Melo

Anderson Melo

CEO da Hypercriativo Marketing Digital, Especialista no Método 8 P'S e Faixa Preta de Jiu Jitsu

Ver todas as postagens do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agencia de Marketing Digital

DEFINIÇÃO DE CLIENTE IDEAL, ANÁLISE DE PRODUTO E MERCADO

Agencia de Marketing Digital

Dados Demográficos

Quem é o Seu Cliente Ideal e o que ele faz em sua vida?

Quais línguas seu Cliente Ideal fala?

Dados Situacionais

Qual é a dor ou desejo que seu Cliente Ideal tem?

Dados Comportamentais

Quais são os interesses do seu Cliente Ideal?

Agencia de Marketing Digital

Definição de Produto

Forma ideal de visualizar claramente o seu produto

Relação Produto-Cliente

Vamos entender como o seu produto é visto pelos clientes

Análise de Concorrência

Vamos entender melhor com quem vamos brigar e quais armas usar

Quais são os seus concorrentes diretos?

Agencia de Marketing Digital

Crenças Limitantes

São crenças que não deixam seu cliente comprar o seu produto. A mais tradicional é: "Não tenho dinheiro!"

Agencia de Marketing Digital
× Como podemos te ajudar? Available from 08:00 to 18:00